Bar do Arnaudo – Santa Teresa

Por conta de sugestão de amigos, há pouco tempo fomos a um local de gastronomia nordestina aqui no Rio, coisa que por anos a fio procurávamos sem sucesso algo bom nesse sentido. O Bar do Arnaudo (é com u mesmo meus senhores) é um restaurante regional nordestino, bastante simples, rústico e sem muito chamariz, embora até o papa talvez canonizasse o lugar depois da ceia dominical (e como ficaria a ‘gula’ na história?). Arnaudo é premiadíssimo desde os idos de 1984, quando ganhou seu primeiro prêmio do guia 4 rodas (será ainda existe esse prêmio?); A partir daí foi multiplicando a sua clientela por conta do boca a boca que deve rodar o mundo, pois o que tem de gringo na região não é brincadeira.


Lá sim tem a autêntica carne de sol com macaxeira (mandioca para alguns, aipim para outros, mas macaxeira para os mestres em preparar esse alimento). Tem lombinho com macaxeira, abóbora com macaxeira, feijão de corda com macaxeira, farofa de abóbora com macaxeira, lingüiça com macaxeira, enfim, parece que o acompanhamento é muito levado à sério. E não é para menos, o ‘seu’ Arnaudo frita essa macaxeira à perfeição, deixando ela saborosa e levemente salgada, sem um pingo de óleo extra da fritura, deixando sequinho por fora e suculento macaxeira adentro. Mas não é um mero coadjuvante que entra depois de 1 hora de filme; macaxeira é perfeita para quebrar alimentos mais fortes e robustos em tempero e sabor, como as carnes de sol ou a lingüiça.

Tava um calor dos infernos no Rio e quando chegamos por lá, resolvemos pedir algo perfeito para “molhar o bico” de domingo, isto é, uma cervejinha e um petisco. O primeiro pedido, portanto, foi uma lingüiça com macaxeira com bohemia 600ml refrigerada absolutamente no talo. Combinou perfeitamente, mas peraí!!! Tudo lá combinaria com cerveja refrigerada no talo (vale repetir quantas vezes necessário), a macaxeira quebra o sal da lingüiça que quebra com o refresco do gole da cerveja, equação resolvida e perfeita. O segundo pedido foi o prato principal, uma carne de sol com macaxeira acompanhada de farofa de abóbora, feijão de corda e arroz. A carne de sol que usam se assemelha muito à uma boa picanha, mas com uma abordagem diferente, um pouco mais salgada talvez, mais ao ponto também. A farofa de abóbora é coisa que eu nunca tinha comido e achei maravilhoso. Feijão de corda com bastante cebolinha salpicada por cima dava um show de aromas, esplendoroso. Ah, e tudo isso com a cerveja gelada no talo !!!! (já escrevi isso?!).

Não deixem de ir, seja de passagem aqui pelo Rio, seja se vc mora aqui há um tempão e nem sabia disso…

Bar do Arnaudo: Rua Almirante Alexandrino, 316 em Santa Teresa

Anúncios
Esse post foi publicado em arnaudo, bar do arnaudo, carne de sol, comida nordestina, macaxeira, nordeste, santa teresa. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Bar do Arnaudo – Santa Teresa

  1. Isabela disse:

    A próxima vez que voces vierem pra sampa, vou leva-los num restaurante digníssimo de post nesse blog!
    beijos!

  2. Barba disse:

    Olha…assino em baixo!
    E vai muito bem com as cachaças que tem por lá.
    Inté.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s