Homus tahine e Restaurante Saj (Vila Madalena, São Paulo (SP) )

Hoje resolvi fazer um post árabe casadinho! Primeiro vou passar a receita do meu homus tahine – que é a famosa pasta árabe feita com grão de bico e pasta de gergelim. Essa pastinha é um coringa, fácil de preparar e que pode ser utilizada de muitas formas (para comer com pão árabe, com salada – especialmente com pepino e rabanete – , em sanduíches…). A receita que faço é baseada na da minha mãe.

Como gosto de praticidade, nada de cozinhar grão de bico e tudo mais. Facilite e compre o grão de bico em caixinha, que você encontra fácil para vender em qualquer supermercado e por menos de 2 reais (eu uso o da Quero)! Isso já ajuda muito, porque o grão de bico vem sem a casca. Se fizer uma caixinha, rende uma porção para umas 4 pessoas. Coloque o grão de bico em um liquificador ou processador, reservando a água da caixinha. Coloque duas colheres de sopa não muito cheias (ou uma colher de sopa cheia) de pasta de gergelim (sempre usei da Istambul, mas existem outras no mercado); um dente de alho grande amassado (ou 2 pequenos), suco de meio limão e sal a gosto. Aí é só triturar e acrescentar a água da caixinha aos poucos, para que fique na consistência que você preferir. Viu como é simples? Regue com azeite na hora de servir.

Aproveitando a ondinha árabe, vou sugerir o Restaurante Saj, que fica na Vila Madalena, em São Paulo. Apesar de não ser tão tradicional (tem quibe de peixe, por exemplo), a culinária de lá é muito gostosa, além do charme de poder ver o pão folha ser feito, com ou sem zátar. Quando fui com minha mãe, pedimos o pão com um trio que vem com homus, coalhada seca e babaganuch, uma salada que não consigo lembrar o nome (mas é a mesma da foto) com chancliche, figos, nozes e um quibe assado que estava uma delícia! Da última vez estive sozinha por lá e minhas escolhas foram a mesma salada e uma esfiha aberta de carne com coalhada. Estava tudo ótimo, o atendimento é bem atencioso e você ainda pode sentar no balcão para comer sozinho ou quando estiver com mais pressa.

    Em Campinas conheço o Almanara, que é ótimo, mas incomparável ao original, de 1950 que fica em São Paulo; e o Tenda Árabe, que fica no Cambuí, que é bastante tradicional e bom também!

Anúncios
Esse post foi publicado em SP e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Homus tahine e Restaurante Saj (Vila Madalena, São Paulo (SP) )

  1. Patrícia,
    Muito interessante a pasta árabe, se consegui a pasta de gergelim vou fazer.
    Beijo
    Vânia

  2. Patricia disse:

    Oi Vânia, acho que não é muito difícil encontrar. Em qual cidade vc está?
    Gostei muito de conhecer suas receitas tb! =) Vou dar uma pesquisada no seu blog!
    beijo

  3. Eveline disse:

    Paty, eu trituro com um pouco de salsinha também. Vale a pena provar, dá um sabor bem gostoso e fica legal se usar para decorar pelo contraste de cores. Beijos!

    • Patricia disse:

      Oi querida, que bom vc aqui!
      Não provei com salsinha, se me lembro bem! Taí uma boa dica 😉
      beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s